quarta-feira, 20 de julho de 2011

Bicicletas e Cidades

Algumas pessoas que tem a atitude de deixar os seus carros na garagem e pegar a bicicleta para ir ao trabalho, ganha tempo em cidades que não tem pontos de escape que evite seu centro.
Hoje, pedalei pelo centro congestionado de Itapecerica da Serra e todos motoristas respeitaram o ciclista que estava passando - ou também pode ter sido o fato de estarem lento pelo grande fluxo de veiculo - e perceberam que a bicicleta é mais útil em uma cidade que esta em pleno crescimento, e que não da para evitar o seu centro como itapecerica, onde veiculos que chegam da Estrada Armando Sales (SP-228), Est. Bento Dominguês(SP-234), XV de Novembro (SP-234 ) que liga a Régis Bittencourt (BR-116) uma das pricipais vias de acesso a cidade,são obrigatoriamente sem desvio passar pelo centro se querer ter acesso as essas vias, desta maneira se torna dificil circular de carro e leva a crer que a cidade não foi planejada.


A bicicleta desvalorizada por muitos, pode ser a solução para aqueles que querem qualidade de vida e se locomover mais rapidamente, além de estar praticando esporte faz o tempo perdido no trânsito se torna útil, executando outras tarefas. Os ciclistas que usam a magrela para trabalhar, valoriza o pensamento e ação de muitos comitês formados para proteger o ambiente a "Sustentabilidade", e como consequencia tem menos estresse que a jornada de trabalho os proporciona, pois é provado cientificamente que quem pratica esporte, o tem como uma fonte de prazer desestressante.

Medidas a respeito dos ciclistas ja estão sendo implantadas em cidades, em destaque São Paulo. Capital Paulista que sofre com os congestinamento, estão criando ciclovias para ciclistas que trocam o carro pela bike, mas ainda é o ínicio de uma longa pedalada.
http://1.bp.blogspot.com/_e-9Djp-Y6Xw/SOJqVnhKZTI/AAAAAAAAAZM/ELeX4mJ5-tg/s400/inaugura_ciclovia_radial_leste+047.jpg

Se for pensar como em alguns municipios existe tantas bicicletas ficariamos espantados como poderia existir lugares assim onde pessoas trocam o veiculos de locomoção automores por uma simples bicicleta. Pois é, existe sim, Pontal-SP é este lugar e fica localizada a 351 km da capital Paulista, para se ter base do numero de bicletas, calcula-se que metade dos seus 40 mil habitantes possui uma bicicleta. Como são muitas bicicletas, a prefeitura implantaram um sistema de controle, assim como os carros as bicicletas utilizam placas para identificar e os donos estão sujeitos a multa, se desrespeitarem as leis de trânsito e o emplacamento custa R$: 5,00.


Medidas a favor dos ciclistas tomada pelos governantes, pode estimular o uso da bicicletas em varios centros urbanos que buscam uma solução para tirar o excesso de veiculos das avenidas que são feitas para receberem 70.000 mil veiculos por dia, mas rodam hoje cerca de 150.000 mil.

Um comentário:

  1. É preciso ter muito pique para isso , mas com certeza é muito válido. seguindo seu blog , segue o meu ae

    http://andyantunes.blogspot.com/

    ResponderExcluir