terça-feira, 13 de setembro de 2011

Espotes Radicais




  Esporte radicais, estão cada vez mais ligado com a natureza e com as cidades, causa ao seus praticantes adrenalina, emoção e para quem assisti, chegam a se arrepiar, pois em algumas modalidades exige manobras arriscadas, como exemplo o Parkour entre outros, onde sempre os competidores querem mais desafios, entre saltos e movimentos insanos

  E, é também exigido que os praticantes tenham uma boa aptidão física esportiva em todas as modalidades, pois o alto nível de desgaste do corpo na sua pratica não é compatível para uma pessoa que não segue uma rotina diária de treinamentos e, é necessário equipamentos de segurança e ferramenta especifica para cada modalidade. Por isso se for praticar, procure se informar primeiro e saber quais as medidas de segurança devem ser tomada.

  Todas as modalidades que são consideradas radicais tem sempre uma lenda a se espelhar, e são os que há muitos anos praticam e consegue feitos lendários como é o caso do Edmund Hillary já idoso, foi o primeiro a escalar o Monte Everest sem sofrer nenhuma lesão; Lance Armstrong, seu feito histórico foi vencer sete vezes seguidas  o Tour de France, de 1999 a 2005.

   A pratica de esportes radicais, tem  duas atividades, competitivas ou não-competitivas. As modalidades competitivas, todos compreende bem, são aquelas que competidores dão o melhor de si para ganhar troféus e prêmios dados pelos organizadores de eventos, e as não competitivas são aquelas com mais freqüências podem ser praticadas em grupos de pessoas ou até mesmo só, exemplificando o pára-quedismo, o rafting sendo esse o que mais precisa ter colaboração de todos para não perde a direção do bote.  

Video abaixo mostra uma das loucuras que os praticantes são capazes de fazer:

Nenhum comentário:

Postar um comentário